Mulheres guerreiras!! Conheça a história da Ousa Brasil.

Atualizado: Mai 14

Você conhece a Ousa Brasil? Hoje, eu vou contar para você um pedacinho da história dessa marca, que virou referência de moda na Bahia. Ahhh...vou explicar, também, como a empresa vem enfrentando a pandemia do Covid-19.

A Ousa Brasil é comandada por 4 mulheres: Keu Alves, a CEO da Ousa Brasil, e, suas filhas, Kellma, Kate e Bia. As 4 são fortes, como uma rocha, não deixam a peteca cair. Sabe qual é o segredo delas? União! Mesmo com essa característica, a Ousa Brasil já teve altos e baixos, mas a cada turbulência a empresa fica mais forte. 

A gente sabe que sobreviver no mercado brasileiro não é nada fácil. Para se ter ideia, nos últimos 4 anos, entre 2014 e 2017, mais de 316 mil empresas fecharam as portas no Brasil e 3,3 milhões de trabalhadores assalariados perderam o emprego. Os dados são do levantamento “Demografia das Empresas e Empreendedorismo”, divulgados pelo IBGE no ano passado.

Keu Alves, CEO da Ousa, é de Riachão do Jacuípe, cidade do interior da Bahia. Em 1987, foi morar em Feira de Santana, a segunda maior cidade do estado. Na cidade, que é conhecida pelo seu comércio, Keu trabalhou como vendedora, formou família e fez história. Ela e o, então, marido abriram a Atrevida, uma indústria de roupas femininas. Em 1999, o casamento acabou e Keu não queria parar de criar, de respirar moda! Ela resolveu abrir a Ousa Brasil. O nome foi pensado para homenagear as mulheres que são mais que atrevidas, e, conseguem ousar com elegância. 

Nesses 21 anos, a Ousa Brasil viveu momentos de expansão, com lojas na avenida Getúlio Vargas e em outros pontos de Feira de Santana, chegou a ter 65 funcionários. Mas, também, viveu momentos de reinvenção. A marca, por conta da crise econômica brasileira, teve que reduzir o número de funcionários para 10 e precisou mudar o estilo de vendas, atendendo só atacadista. 

Em 2020, a Ousa enfrenta, junto com o resto do mundo, mais um desafio: o coranavírus! Muitas empresas têm fechado as portas, mas Keu sabe que famílias dependem da produção da Ousa Brasil, então, se reinventou mais uma vez. Quer saber como? Veja o que ela conta nesse vídeo.



#coronavírus #pandemia #comércio #negócios #crise #demissões #superação #ideias #criatividade #empreendedorismo #desenvolvimento #petecanãocai #ousabrasil #desembucha #renatamaia #feiradesantana #bahia #qualonegóciodomomento #negóciosrentáveisemtempodecrise #melhornegócioprainvestir #pequenosnegóciosprainvestir 

9 visualizações