Vícios de linguagem: como isso afeta a sua comunicação?

A dificuldade em desenvolver uma boa comunicação é um dos principais problemas

encontrados pelas pessoas. Se você sente dificuldade em se comunicar é essencial

que comece a treinar isso. Agora, tem alguns erros que são, praticamente,

intrínsecos à nossa fala — como é o caso dos vícios de linguagem.


Se você não sabe o que é vício de linguagem, eu te explico agora: são expressões

que alteram a norma culta ou padrão da língua portuguesa, ou seja, expressões

como “ok”; “tá”; “né”. Geralmente, os vícios são causados pelo hábito, insegurança,

nervosismo ou pelo desconhecimento da pessoa com relação a nossa norma culta

da língua. Por serem tão naturalizados, a gente nem consegue perceber com

clareza quando cometemos esse erro.


Os vícios de linguagem comprometem a capacidade de diálogo, deixam a fala

pouco profissional, cansativa e desinteressante. Lembrando que, eliminar esse

problema, não se trata de conversar de forma rebuscada e com termos difíceis. Pelo

contrário, o objetivo é tornar a fala o mais clara possível.


Por que esses vícios são um grande problema para a minha imagem

profissional?


Imagine ter conseguido uma grande oportunidade para dar entrevista em um veículo

de comunicação da sua cidade ou ter sido convidado para ser palestrante em um

evento muito importante, não seria legal se toda hora você usasse expressões como

as que foram citadas acima porque elas comprometem a qualidade do seu discurso

e você, dificilmente, seria convidado para participar desses eventos de novo.


Agora, quer saber como conseguir tirar os vícios de linguagem da sua vida? Veja as

dicas no vídeo.


2 visualizações0 comentário